Vontade é coisa que dá... E não passa! Rsrs


Quem nunca mordeu a língua durante os preparativos do casório que atire a primeira pedra! Quando se é a noiva, tudo muda de figura, de contexto, de vontades! E aquela máxima “só caso uma vez na vida!” nunca caiu tão bem. Aposto que vc, assim como eu, dizia aos quatro cantos: “Ah, quando chegar a minha vez, não vou querer dia da noiva em hotel, não! É bobagem!” ou “Cinco doces por pessoa dá e sobra!” E ai, o tempo passa, e você se vê desejando ardorosamente aquela mesa de doces de 50m de comprimento por 30m de largura e um dia de rainha num hotel bacanão da Zona Sul e adjacências! Quem nunca? Rsrs
 
Então, esse post tem teor confessional. Sim, eu comecei os preparativos não querendo um monte de coisas que agora quero, preciso, necessito! Rsrs Óbvio que só as terei se o orçamento deixar, mas que a vontade está lá, ahh está! Junto com a razão que eu perdi em algum lugar no meio do caminho! Rsrs E assim, itens como chinelos personalizados, mini cupcakes e mini bem-casados de brownie resolveram entrar com força no checklist!

É claro que são supérfluos, que a festa será linda mesmo sem eles, mas vc os quer! E agora?? Aconselho sempre a eleger suas prioridades, destinar a maior parte do orçamento disponível a elas e se, porventura, contudo, todavia, sobrar uma graninha extra, satisfazer algumas daquelas vontadezinhas que surgem no meio dos preparativos (não se engane: serão muitas, e mesmo as mais inofensivas e baratinhas delas, causarão um rombo quando multiplicadas por 200, por exemplo). Bom senso ao escolher os itens mais importantes também é fundamental. Buffet e fotografia, por exemplo, nunca, em tempo algum, serão menos importantes do que possíveis lembrancinhas que vc pretenda oferecer. Ninguém sai falando mal de uma festa sem lembranças, mas experimente contratar um buffet meia boca para ver o que acontece! Rsrs E a foto dispensa comentários, afinal, é o registro eterno de tudo aquilo que sonhou, planejou e realizou.

Assim, por mais difícil que seja, se necessário for, abra mão de determinadas coisas que não sejam essenciais para o bom desenvolvimento de sua festa. Tente focar em itens que sejam primordiais para você e não se sacrifique por coisas que mesmo sendo muito fofinhas, são supérfluas. Liste-as e deixe-as reservadas para o final dos preparativos. Caso tudo esteja correndo bem, os pagamentos sendo feitos direitinhos, sem muito estresse, é possível se permitir alguns “luxinhos” de noiva. Rsrs Foco sempre!


 

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Seguro de Vida - Proteção Familiar


Tenho abordado aqui alguns temas ligados ao orçamento doméstico, mas além de falar de dicas para economia pretendo falar de artifícios para a nossa segurança também. Trabalho com seguros há muitos anos e qualquer dúvida mais técnica podem perguntar.

O objetivo principal do casamento é constituirmos uma família e a apresentação desse ato a sociedade é cerimônia. Existe um conceito que o seguro de vida tem apenas o propósito de indenizar em caso de morte, mas é ingênuo pensar assim, pois o seguro de vida tem também o objetivo de uma indenização em caso de invalidez.  Portanto devemos sempre ter um seguro de vida e após o casamento aí sim que não podemos deixar de contratar.

Minha maior preocupação é com o futuro de minha esposa e como nossas despesas são quitadas com o resultado do trabalho de ambos, tenho total noção que uma falta minha poderá gerar perdas muito maiores além das sentimentais e devemos estar preparados para tudo. Um financiamento de imóvel, veículo, aluguel de casa, escola de filhos... e por aí vai.

O seguro de vida tem uma fama nebulosa, as pessoas falam: “Para de me agorar! Tá querendo ver a minha morte!”. Não devemos pensar assim e sim estar sempre preparado para as adversidades. Devemos ter a ciência que moramos em uma cidade perigosa e que acidentes acontecem.

Consciente agora da necessidade de um seguro de vida, devemos pensar: “Quem depende de mim financeiramente?”, se apenas futura esposa como eu já é um motivo. Se incluir aí filhos é porque você já deveria ter contratado. Segundo pensamento é “Qual o montante necessário para manter o padrão de vida da minha família pelos próximos 02 anos?”, respondido isso terá o capital segurado ou seja o valor do seu seguro. O seguro de vida não tem o objetivo de deixar ninguém milionário e sim estabilizar a família com a falta de renda do ente falecido.

Algumas dicas:
  • Não contrate seguro com banco. Eles não são especialistas nesse ramo e muitos dos vendidos são caros demais e não possuem todas as coberturas corretas. Procure entidades independentes e temos uma série opções de boas seguradoras.
  • Procure um corretor de seguros especialista em benefícios, ele sim poderá te orientar o panorama do mercado e qual produto e segurados se adaptam ao seu perfil.
  • Calcule o capital segurado necessário corretamente. Não é para pagar um seguro para depois deixar um dependente milionário. Para simplificar, pegue o seu salário e multiplique pelo tempo que acha necessário para a sua família se estabilizar. Exemplo: Temos um casal onde a renda em conjunto é 4 mil reais (2 mil de cada um). Digamos que o seu objetivo é garantir a renda de um dos dois por 2 anos, pois acha que é o tempo necessário para se estruturar. Teremos 24 meses X 2 mil = 48 mil reais de capital. Esse seria um cálculo básico, com filhos normalmente pensamos no período necessário para o pagamento de estudos e demais despesas.
  • Não vou ficar aqui falando os termos técnicos, para não ficar maçante. O que deve saber é que o seu seguro deve conter as seguintes coberturas: MQC (Morte qualquer causa), MA (morte acidental), IPA (Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente) e IFPD (Invalidez Funcional Permanente Total por Doença) e a Assistência Funeral.
  • Inclua a cobertura de Cônjuge, pois com isso fará o seguro para os dois muito mais barato que dois novos seguros individualmente.
  • Eleja quem são os beneficiários e seus percentuais para a seguradora, isso facilita e muito o procedimento natural de pagamento.
  • Se possuir seguro pela sua empresa, calcule se ele está adequado as suas necessidades. Caso negativo contrate outro individualmente para essa complementação.


O objetivo é dar uma luz sobre esse assunto e despertar o interesse em todos. 
Espero ter ajudado.

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Degustação de doces: Parte II

Dando prosseguimento às degustações de doces, cuja primeira parte comentei AQUI, retirei as degustações da Mery Anne Azevedo e da Lívia Félix, em eventos dos quais participei. Já as degustações da Confeito Design e Mary Chocoarts foram retiradas na residência dos fornecedores. Desde já, agradeço às fornecedoras que prepararam suas caixinhas e as disponibilizaram para retirada, é um carinho muito grande com as noivinhas atarefadas que precisam se desdobrar em mil para dar conta de tantas coisas. Ressalto que em nenhuma delas houve qualquer tipo de custo.


Vamos às apreciações:


Mery Anne Azevedo: já havia ouvido muitas recomendações positivas do trabalho dela. Tentei retirar uma degustação anteriormente em um evento (Super Degustação), porém não consegui na época. Creio que pelo meu casamento estar longe, fui “preterida”. Mas enfim, cada fornecedor possui suas regras e aqui estou avaliando o trabalho e não as atitudes do profissional. Pois bem, os doces são maravilhosos mesmo. Super fresquinhos, lindos, derretendo na boca. Mesmo sabores que não curto muito estavam deliciosos. E o que é o capricho da Mery? Embalagens perfeitas, acabamento lindo e a degustação ainda vem acompanhada com uma folhinha explicativa, onde estão relacionados os doces que compõem a caixa, de uma forma super fácil de localizar. Pode parecer bobagem, mas faz uma diferença enorme e nos poupa o trabalho de procurar cada docinho no site do fornecedor.





Lívia Félix: Tive contato com os docinhos dela em um evento, recebi uma caixinha contendo dois deles e amei. Estavam muito gostosos e super bem feitos. Porém, ao receber a degustação, não gostei muito. Saliento que trata-se de uma opinião estritamente pessoal, que em nada desabona o trabalho do profissional, que é bem elogiado no mercado pelas noivinhas. Achei a modelagem dos doces bem semelhante aos da Mery, muitos até mesmo se repetiam. Porém, não gostei muito do sabor. Confesso que sou chata com doces! Rsrs Tem muitas noivinhas que amam. Por isso, é tão importante realizar a degustação com cada fornecedor, para verificar se os doces harmonizam com o paladar dos noivos. Esqueci de tirar fotos da caixinha, por isso, as imagens abaixo foram retiradas da internet.

Foto retirada da internet
Foto retirada da internet
Confeito Design: Embora já tendo ouvido falar bastante da empresa no grupo, conheci de fato este fornecedor em um evento de noivas. Achei os doces lindos, mas não tive a oportunidade de prová-los na ocasião. Sendo assim, solicitei à Julia (uma fofa, super simpática) uma degustação. Ela, prontamente, agendou a retirada da caixinha em poucos dias. A mesma continha dois bem-casados de brownie (um mini e outro em tamanho normal), dois mini cupcakes maravilhosos (de churros – divino – e de brigadeiro) e uma tartelette. Adorei o mini brownie e os cupcakes. E como são doces obviamente não oferecidos pela casa de festas, estou fortemente tentada a fechar esses dois tipos com a Julia.







Mary Chocoarts: A Mary foi um achado, indicação de uma noiva da minha casa de festas e recomendada por algumas meninas do grupo que tbm fecharam com ela. Desde o início dos preparativos, queria muito uns bombons modelados em formato de noivinhos, Santo Antonio e afins. Cheguei a orçar alguns fornecedores, mas todos eram absurdamente caros. Um deles me passou o valor de 6 reais o casalzinho. Achei bem carinho. Depois, quase fechei com uma outra fornecedora, que cobrava a metade disso. Mas ainda assim, devido à quantidade, ficava acima do que pretendia pagar. Até que achei a Mary. Lindos chocolates, idênticos aos demais orçados, porém infinitamente mais baratos. Além de ter uma variedade maior tbm. Como ainda não é conhecida no mercado, tem um preço super justo, além de ser a simpatia em pessoa. Ela tbm trabalha com bem-casados, que são bem gostosos tbm. Fui à casa dela, degustar os docinhos e conferir o acabamento e fiquei encantada. É tão bom quando encontramos excelentes profissionais a preços justos no mercado. E cada vez mais raro tbm. Indico a Mary com muita força!





Ainda faltam alguns fornecedores a degustar, mas agora já tenho bem delineado os itens que pretendo contratar. Na verdade, minha casa de festas oferece 5 doces por pessoa + 800 chocolates, o que dá uma quantidade considerável, nem sendo realmente necessário fechar doces extras. Recentemente, tive acesso a relação de doces oferecidos e os achei super parecidos com os da maioria das doceiras que degustei. Mas pretendo contratar aqueles mais diferenciados, que realmente não serão oferecidos pela casa. Acho que a saga dos doces está chegando ao fim! :)

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Sites para os Noivos


Estamos agora na pesquisa dos sites de casamento. Minha maior dúvida é se faço um próprio ou se usamos esses prontos que existem disponíveis. Essa dúvida é porque não concordo com a política de desconto nas cotas por esses sites, com isso não iremos colocar cotas e sim apenas o link das lojas que colocaremos a lista de presentes e acho que não vale a pena pagar para colocar o site.

É provável que usemos um desses sites, mas apenas um grátis. Não condeno a questão das cotas, pelo contrário. Quem já tem a sua casa montada ou pretende apenas arrecadar para a lua de mel acho a melhor forma, só não concordo com os sites quererem ganhar em cima disso também.

Até entendo que ¼ desse valor é referente a operadora do cartão de crédito. Agora o resto é o site que cobra, então se pagarmos pelo site seria justo ele nos cobrar apenas o valor do desconto da operadora do cartão. Da operadora não temos como fugir, até a Americanas.com toma uma deles.

Icasei. I-TE-roubei

O mais popular. Agora, acho um ABSURDO os caras ficarem com 5% dos meus presentes. Tá de sacacanagem!! Me manda um buquê de flores...

Você paga um valor que não é barato pelo site e ainda assim eles comem os seus presentes. Também não acho que fica um site bonito. O site mais barato sai por R$ 49,90.

Só vale a pena no meu ver para quem quer fazer cota para lista de Lua de Mel. Como eu disse, eles comem um pouquinho. Quando estiver em Veneza  estiver no passeio de gôndola, lembre-se que 5% desse valor ficou para o Icasei. Eles pegam 3,98% no débito e 4,99% no crédito.

Para cotas ele apresenta a melhor condição!!




Emotion Me. TE roubei mais ainda, mas sou bonito!

Serviço online e gratuito para quem procura algo com um bom layout a zero de custo. Achei os layouts mais parecidos com um site desenvolvido por designer. Gostei muito dele e acho o com o melhor visual. Tem integração com o Facebook e o melhor de tudo é que ficará no ar depois do casamento. Tem sites lá desde 2011.

Ele possui a Lista de Cotas para Lua de Mel e Lista de Presentes Virtuas. Os convidados pagarão via Moip e aí rola um baita desconto de 7,4% nos NOSSOS presentes. Os caras querem ganhar muito!!

Os valores arrecadados a título de presentes virtuais, referentes a pagamentos feitos pelos Convidados, serão transferidos automaticamente após a confirmação da compra para uma conta MoIP de titularidade do Organizador, que poderá ser criada por meio do EMOTION.ME ou diretamente no site MoIP, desde que os dados sejam informados para o EMOTION.ME. No ato da transferência haverá o desconto do montante de 7,4% para cobrir custos de manutenção do EMOTION.ME, além das tarifas cobradas pelo serviço MoIP. Após 15 (quinze) dias, contados da data de transferência do valor para a conta MoIP, ocorrerá a liberação do saque por parte do Organizador.

A vantagem é o visual, sem custo para implantar o site e a sua manutenção posterior ao evento. Achei bacana a opção do site ser restrito com acesso por senha pelos convidados.

Existe também uma conta com mais recursos, chamada Premium ao custo de R$30 reais de uma única vez. Ainda assim tá bem mais barato que o Icasei.




ProntoCasei.com e pode me extorquir

Tem opção de serviço gratuito, mas achei os layouts muito simples e parecem blogs. Não fica um site bonito de se ver.

Tem bastante recursos, mas na grande maioria no serviços pagos. Eles dizem ter quase 60 mil sites prontos, o que demonstra bastante experiência. Mas achei o visual bem pobre.
Também cobra no uso das listas virtuais e achei engraçado se nomearem como Icasei, parece que é do mesmo grupo.

O iCasei depositará na conta corrente cadastrada pelo USUÁRIO os valores dos produtos virtuais adquiridos pelos COMPRADORES, após a solicitação de SAQUE pelo USUÁRIO utilizando para isso a ferramenta disponibilizada pelo PRONTO CASEI. As taxas serão cobradas de acordo com a forma de pagamento escolhida pelo COMPRADOR, sendo que para pagamentos realizados via boleto bancário ou cartão de crédito à vista, a taxa total é de 6.5%, no caso de cartão de crédito parcelado a taxa total é de 7.3%, sendo que o USUÁRIO poderá optar por não receber presentes parcelados.
Se o USUÁRIO optar pelo serviço de envio de SMS os custos referente a este serviço, R$0,50 (cinqüenta centavos) serão descontados do valor de cada presente virtual, juntamente com o valor referente aos custos operacionais do Pronto Casei na primeira data de repasse do valor arrecadado.
Todos os valores arrecadados na Lista Virtual do USUÁRIO estarão disponíveis para saque na mesma quantidade de parcelas que o COMPRADOR realizou o pagamento (no caso de parcelamento no cartão de crédito), caso o COMPRADOR tenha pago via boleto bancário, o valor estará liberado para saque após 1 dia a partir da data de confirmação de pagamento sinalizada pela instituição financeira. Para pagamentos realizados via cartão de crédito à vista, o valor será programado para liberação para saque em 31 dias após a confirmação da autorização de pagamento realizada pela administradora de cartão de crédito do COMPRADOR.
Para cada solicitação de saque será descontado o valor de R$ 8,00 referente à tarifa de saque, esta tarifa será descontada automaticamente do valor total da solicitação do saque.




E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Lembranças (Parte I) - Fotocabine - Checked!

Lembrancinha de casamento geralmente é um item polêmico. São muitas questões que permeiam a cabeça dos noivos: Dar? Não dar? O que oferecer aos convidados (que não seja brega nem inútil? rsrs)? É um item obrigatório? Fica a critério dos noivos? Como isso funciona?

Bem, não é obrigatório. Os noivos oferecem lembrancinhas se quiserem. Afinal, já estão proporcionando a festa e todas as despesas da mesma estão sendo custeadas por eles. Por isso, fica a total critério dos noivos oferecê-las ou não. É verdade que muitos convidados já esperam por esse item, mas jamais se sinta obrigado porque "todos oferecem" ou porque os convidados pressupõem que receberão.

Recentemente, ouvi uma noiva comentar que muitos convidados a estavam questionando sobre qual atração ela havia contratado para o casamento. Porém, ela não havia contratado nada e estava se sentindo super constrangida, já que os convidados estavam criando expectativas com relação a isso. O que ocorre é que com esse "boom" de modinhas em festas de casamento, como é o caso das baterias de escola de samba, chinelos personalizados, entre outros, muitas pessoas (deselegantes e sem noção alguma dos gastos estratosféricos que envolvem um casamento) consideram esses itens como primordiais em todo casório. Porém, eles estão muito longe disso. Sim, são luxos, que os noivos se permitem caso caibam em seu orçamento ou não. Primordial é comida boa, bebida gelada e música animada. Todo o resto é supérfluo. 

É claro que toda noiva que se preze acaba se encantando com kits toillete, caixinhas mil para comportar os doces extras que algumas contratarão, mais mil coisinhas fofas (e muitas vezes inúteis) para presentear os convidados.

Bom, nós desde o início não queríamos oferecer nada inútil ou que tivesse grandes possibilidades de as pessoas jogarem fora no dia seguinte. Simplesmente porque, por mais baratinha e fofa que seja uma lembrança, ela deve ser multiplicada por 100, 150, 200 ou seja lá quantos forem os seus convidados. E nessa conta, nada sai barato, correto? Como eu e o noivo estamos dividindo todos os pagamentos igualmente e nessa ele está levando a pior em muitos itens, já que muita coisa ele não irá ususfruir, somente eu, topei fecharmos uma fotocabine. Sim, é um item supérfluo, e não, não é barato, mas o noivo queria e eu tbm acho bem bacana, pois além de divertido, é uma ótima opção de lembrança que não será descartada no dia seguinte à festa. Contratamos a Pixel, uma empresa bem conceituada no mercado, em uma rodada no grupo de noivas do Yahoo. As condições foram ótimas e o pacote oferece 4h de serviço com impressão de fotos ilimitada. A qualidade de impressão é excelente e pudemos conferí-la de pertinho na Expo. E ainda poderemos customizar a borda com a identidade visual do casório. Muito bacana mesmo.

Existem outras opções no mercado, algumas bem legais tbm, outras nem tanto. Recentemente fomos a um casamento em que o cerimonial avisou aos convidados sobre a "tal foto-lembrança divertida". Quando fomos tirá-la, na verdade, um fotógrafo nos posicionava numa parede branca, numa posição determinada. Não entendemos nada. Após uns 20 minutos, a foto era impressa e o mistério revelado: surgia no papel impresso uma foto dos noivos em tamanho grande, com ênfase total na foto, e vc bem pequeninho ao lado, de mero coadjuvante! rsrs Achei beeeeem esquisito e sinceramente, nem sei onde esta foto está. Por isso, cuidado com algumas opções do mercado.

Assim, uma das lembrancinhas está definida. Ainda penso em outras opções, mas todas seguindo essa linha da utilidade e com foco nos convidados. Nada de distribuir brindes com minha cara e do Marcelo em tamanho giga por ai! kkk

Indicamos muito a Pixel. Quem quiser conferir o trabalho da empresa, basta entrar em contato nos canais abaixo.

 

Pixel Cabibe
www.pixelcabine.com.br
www.facebook/pixelcabine
E-mail: pixelcabine@gmail.com  

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Mauro Halfeld falando sobre Casamento


Sempre acompanhei a coluna do Mauro Halfeld na rádio CBN de manhã, recentemente não mais a escuto ao vivo e acabo indo no site da rádio para ouvir em sequência. Ele manda muito bem e tem sempre excelente dicas, pois são baseadas em perguntas de ouvintes sobre as suas realidades.

Me espantei quando em menos de uma semana o assunto CASAMENTO se repetiu e estava para colocar aqui no blog a um tempinho.

Quem tiver tempo e queira acompanhar a coluna, ela fala sobre investimentos e economia, tem sempre dicas em orçamento doméstico e o estímulo a cultura de acúmulo de riquezas.

Para ouvir é só clicar no botão Play abaixo.

Rádio CBN
http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/mauro-halfeld/MAURO-HALFELD.htm




"É arriscado fazer empréstimo para bancar a festa de casamento e os móveis?"



"Qual o melhor investimento para o rendimento de um casal no período pré casamento?"


E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Seu casamento: não perca o foco do que vale a pena

É muito comum quando nos envolvemos de tal forma com os preparativos do casamento, passarmos a ter como "necessidades" coisas que sabemos ser supérfluas. A razão sabe, mas o coração insiste em desejá-las mesmo assim. É claro que o discurso de que "casamento é só uma vez na vida" nos vale em muitas situações, mas não podemos deixar a sensatez de lado em detrimento de desejos que surgem no meio do caminho e dos quais podemos, sim, abrir mão, em nome de algo "maior" e mais racional.

Escrevo isso pq esse lance do hotel realmente me deixou frustrada. Eu idealizei algo ao longo do caminho, sonhei e depois atitudes alheias a minha vontade e a falta de comprometimento de terceiros me impediram de realizá-lo. Isso me desanimou um pouco, porque me apeguei ao que faltava e não ao que já tinha. E foi então que me dei conta do quão pequeno isso é, diante da conquista enorme que é realizar um casamento, planejar cada detalhe, podendo escolher profissionais e itens de qualidade, tendo a oportunidade de comemorar esse momento, diante de nossas famílias e de nossos amigos. Quantas pessoas não desejam um amor, e nós não só tivemos a sorte e a benção de encontrá-lo, como a de poder viver um sonho de tantas e tantas meninas-mulheres que conhecemos.

Quantas vezes nos vemos estressadas porque algum fornecedor não cumpriu algo, pq alguma coisa não saiu como esperávamos, porque não teremos algo que queríamos muito e esquecemos de que estamos focando o lado errado da força, e que devemos desviar nossa atenção para a enxurrada de amor que invade nossas vidas, nesse momento mágico que é a celebração do nosso casamento e de como somos abençoadas e iluminadas por isso. Muitas vezes nos deixamos influenciar por opiniões alheias e sentimos necessidades que não são nossas, que não se adequam a nossa realidade e nossas condições financeiras. 

Antes de planejar meu casamento, eu achava o dia da noiva em hotéis uma bobeira imensa e um gasto desnecessário e hoje, como noiva, e portanto, tendo minhas vontades contextualizadas de outra forma, me vi cogitando opções totalmente inviáveis para nós, somente para não deixar de tê-lo. E graças a Deus conseguimos uma alternativa viável, e será perfeito como tiver de ser, lindo como nos foi destinado, independente de ser no local A, B ou C.

Por isso, não se deixem abater por percalços que surgirem no caminho, seja um profissional de agenda lotada, um fornecedor que te deixou na mão ou qualquer coisa que o valha. Foque no lado certo, eleja suas prioridades e curta o seu casamento, sabendo que ele será perfeito, como tiver de ser.

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Último Dia dos Namorados Solteiros!!


Hoje comemoraremos nosso último dia dos Namorados juntos. No próximo já teremos alguns dia de casados e estaremos comemorando ainda hehe

Pesquisando sobre a história dos dia dos namorados, acabei sabendo que tudo começou pois São Valentim queria casar. Aqui no Brasil a data é comemorada baseada na proximidade do dia de Santo Antônio, o nosso santo casamenteiro.

Tudo na nossa vida agora acaba no assunto casamento, esse não poderia ser diferente. hehe Hoje vamos comemorar!!!

História

A história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.

O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

Além de continuar celebrando casamentos, ele se casou secretamente, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. 

Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. 
Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

Considerado mártir pela Igreja Católica, a data de sua morte - 14 de fevereiro - também marca a véspera de lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa da mulher e do matrimônio) e de Pan (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade.

Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o The Valentine's Day. E na Idade Média, dizia-se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta do(a) amado(a).

Atualmente, o dia é principalmente associado à troca mútua de recados de amor em forma de objetos simbólicos. Símbolos modernos incluem a silhueta de um coração e a figura de um Cupido com asas. Iniciada no século XIX, a prática de recados manuscritos deu lugar à troca de cartões de felicitação produzidos em massa.

O dia de São Valentim era até há algumas décadas uma festa comemorada principalmente em países anglo-saxões, mas ao longo do século XX o hábito estendeu-se a muitos outros países.

Data no Brasil

No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de Junho por ser véspera do 13 de Junho, Dia de Santo António, santo português com tradição de casamenteiro.

A data provavelmente surgiu no comércio paulista, quando o comerciante João Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes. A ideia se expandiu pelo Brasil, amparada pela correlação com o Dia de São Valentim — que nos países do hemisfério norte ocorre em 14 de fevereiro e é utilizada para incentivar a troca de presentes entre os apaixonados.




















Fonte da História: Wikipédia

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Falta um ano para o nosso dia! - A minha versão

Esse tópico merecia mesmo ser duplo. Depois do noivo ter exposto a visão dele para esse marco nas nossas vidas, não poderiam faltar as minhas impressões a respeito também! rss Depois de tantos meses de planejamento, inúmeras incertezas, finalmente nossa data se tornou palpável, o cronômetro da contagem regressiva foi disparado e não temos mais que ouvir coisas do tipo: "Mas vcs se casarão em junho de qual ano?", "Ahh, mas só em 2014? Falta muito tempo!"... Quando me disseram que as pessoas só começavam a levar seu casamento a sério quando faltasse ao menos um ano para ele se realizar, com o tempo eu pude constatar que isso de fato, é verdade. Agora todos se interessam muito mais, perguntam sobre os preparativos, e curtem mais conosco esse momento. Essa sensação gostosa vem acompanhada de um medinho também: "Será que conseguiremos dar conta tudo?", "Último dia dos namorados solteiros", "Nesse momento, ano que vem, estarei entrando na igreja e dizendo o SIM que mudará minha vida para sempre!"...

Deus nos agraciou com um dia lindo, ensolarado, fresco... Um típico entardecer de outono com o céu rosa que tanto amo. E o noivo, em total clima "Love Is In The Air", me enviou flores no trabalho... Tão lindas, tão coloridas... Foi realmente um dia mágico. E eu gostaria de agradecer imensamente a todos os leitores do blog, por tantas experiências compartilhadas que nos engrandecem sempre, impressões trocadas e por tudo de positivo que já nos proporcionaram até aqui. Ainda temos uma caminhada longa até o grande dia, mas contar com essa parceria, torna tudo muito mais leve e divertido. Sem dúvida, fazer parte dessa "tribo casamenteira" foi um dos primeiros presentes advindos da nossa decisão de nos casar.

E o agradecimento mais essencial de todos ao meu noivinho querido, sem o qual nada disso seria possível... Por sonhar junto comigo, embarcar nessa loucura deliciosa que é preparar um casamento, por ser extremamente participativo, por querer essa celebração tanto quanto eu, por entender (na maioria das vezes) meus (muitos) desejos de noiva, meus ataques de bridezilla, e por se privar de muitas coisas também, em nome desse objetivo maior. Por ser meu amor, meu amigo, perfeito e feito sob medida pra mim. Minha forminha perfeita.

E claro, a Deus, a quem tantas vezes recorri, pedindo uma luz do melhor a ser feito e que, se fosse de SUA vontade, que o tornasse possível. Se hoje estamos aqui, planejando cada detalhe e vendo tudo se concretizar, devemos a realização desse sonho a Ele. 

Às nossas famílias, pela educação que nos deram, por nos tornarem pessoas de bem, de boa índole e bom coração, que nos ensinaram o valor do trabalho na realização de nossas metas e que muito se doaram para que fôssemos indivíduos de valor. 

Obrigada, obrigada, obrigada a todos que nos ajudaram até aqui. Rumo ao grande dia! :)



E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Parceria!! Falta um ano para o nosso dia!

Hoje irá faltar apenas um ano para o nosso casamento e todo esse período só vem a concretizar a nossa parceria como casal. Quando se tem um orçamento apertado como o nosso, mas acima de tudo a vontade maior de fazer tudo dar certo ter uma parceira como a minha faz toda a diferença.

É verdade que muitas pessoas procuram um parceiro que faça somar e o ajude a conquistar os seus objetivos. Ela em conjunto com a sua família me fazem uma pessoa melhor a cada dia e eu sou muito grato a eles por isso. Assim como tenho como maior objetivo fazê-la feliz e que cresça sempre!!

Esse momento de arrumar a casa, ver as coisas da festa, ver se a lua de mel vai conseguir entrar no orçamento... só são um reflexo da loucura do dia a dia que virá como casal. É quase um ensaio para as dificuldades que todo o casal passa ao longo da vida e além de conquistas o importante é saber abdicar de algumas outras coisas em prol de um objetivo maior.

A disposição e perseverança a Dani tem e eu só tenho a agradecer em tê-la ao meu lado, quando eu estiver desgastado e sem conseguir forças, sei que ela estará lá para me dar total apoio. Juntos somos mais fortes!! Daqui a um ano estaremos felizes e realizando o sonho que é nosso. Te amo.


Essa é apenas a primeira etapa da nossa vida e uma das muitas comemorações que teremos. O maior importante de tudo é que tenho a melhor amiga e parceira para toda a vida.

Crescer sempre!! Um ajudando o outro e seremos mais fortes!!



E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Convites – Checked!

O terceiro contrato que fechamos na Expo foi o de convites. Já tínhamos pesquisado esse item antes e orçado valores em algumas empresas. Aliás, essa é uma dica que aconselho: orce os valores praticados pelos profissionais de seu interesse fora da feira, assim, terá um critério de comparação com os descontos oferecidos lá. Verifique também se o seu orçamento comporta um volume de gastos maior, pois geralmente, os descontos maiores são para pagamentos à vista.

Voltando ao assunto convites, dos fornecedores pesquisados, gostamos muito da Papel e Estilo. O escritório é uma graça, atendimento com hora marcada, muita calma e tranquilidade para escolher e orçar modelos, que são muitos. Achamos o preço muito justo também, devido a excelente qualidade oferecida. Achamos muito bacana tbm o fato de o próprio fornecedor nos aconselhar a fechar na feira, uma vez que os descontos chegariam a 30% e tínhamos bastante tempo até o casamento. E foi o que fizemos. Como consideramos o melhor custo-benefício dentre todas as empresas pesquisadas, fechamos o contrato na Expo. O stand era um dos mais lotados da feira, mas o atendimento foi ótimo também!

O legal é que não ficamos atrelados ao modelo escolhido na feira, ele funciona apenas como um crédito e tudo poder alterado com calma no escritório. Ganhamos o triplo de individuais de presença e lista de casamento, lacinhos e tags que substituem o calígrafo (vimos alguns modelos lindos com as tags, super personalizados, além de ser um gasto a menos também).

O escritório fica localizado em Copa e alguns dias depois da feira, fez contato conosco e iremos agendar uma visita para fecharmos os detalhes. Até o momento, o atendimento tem sido excelente. 

Indicamos a Papel e Estilo com força. Quem tiver interesse, os contatos seguem abaixo.





Papel e Estilo
www.papeleestilo.com.br
E-mail: rio@papeleestilo.com.br

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Casas de festas pacotão x contratar fornecedores separadamente


Assim que comecei a planejar o casamento, não tinha noção de muitas coisas e uma delas era o custo envolvido na tarefa. Ao me deparar com a (dura) realidade, passei a cogitar opções até então inimagináveis, como locar um espaço e contratar todos os fornecedores do casório. Dá muito mais trabalho. Mas em compensação vc faz a festa do seu jeito, decora como bem quiser e não se sujeita a muitas imposições e regras totalmente inflexíveis. Ou seja, consegue personalizar sua festa, o que não é tão fácil no sistema pacotão das casas (embora não seja impossível).

Vou contar para vocês como foi o nosso caso e como fizemos a nossa escolha. Bem, no início, cogitávamos somente a opção das casas de festas. Porém, após muitas visitas e ao constatarmos os valores absurdos dos itens extras de um pacote (sim, um arranjo no centro da piscina pode custar mil reais ou pontos de luz nessa mesma piscina – que sem os mesmos ficaria totalmente no escuro – mais uns 800), começamos a achar que, para ter a festa como  desejávamos, teríamos que gastar muito além do que pretendíamos com itens extras. O grande problema, é que na esmagadora maioria dos casos, esses itens tem preços exorbitantes e totalmente fora do mercado. Por exemplo: o aluguel de um lustre por 600 reais, uma chuva de prata por 800, um arranjo em uma área “pobrinha” e não prevista no contrato mais uns 1000 reais. E aí, a festa fica inviável. É preciso tomar muito cuidado com isso. Geralmente, vc só fica sabendo desses famigerados itens extras uns 60 dias antes do casamento, quando irá para a famosa reunião de checklist com a casa. Então vc surta, pois estará às vésperas do casório, e sem condições de contratar algo por fora (muitas nem permitem isso) e sem tempo e sem cabeça para mais nada, acaba contratando esses absurdos sob a pena de não ter a festa como sempre sonhou (e visualizou tantas vezes nas fotos que o decorador da casa te mostrou sem nunca mencionar o que era extra).

Já visitamos os locais sabendo disso, então começamos a ver outra opção, a de contratar tudo separadamente. Recebemos alguns orçamentos justos, mas era difícil encontrar um fornecedor que nos agradasse por completo (quando a decoração era ok, o buffet deixava a desejar e vice-versa), contratar item a item ficava mais caro, e acabamos chegando a conclusão que sairia bem mais caro contratar os itens dessa forma, fora administrar tudo e ainda achar um local bem localizado e a um custo que poderíamos arcar. Assim, optamos por uma casa de festas que possuía um pacote bem completo, em que os itens extras eram extras mesmo, não contratá-los era uma questão de gosto pessoal, não prejudicariam o resultado final da festa.

Hoje, sabendo o que sei sobre planejar um casamento, aprendido em todos esses meses, e tendo um orçamento maior, provavelmente optaria por contratar separadamente cada fornecedor. Porque nos pacotões da vida, embora vc gaste menos e encontre boas opções, é inevitável chegar a um ponto do planejamento em que você comece a achar determinadas atitudes da casa de festas simplesmente intoleráveis. Seja escolher as flores do casório sem ter que vender um rim por isso, pois o contrato prevê “flores do campo mescladas com flores nobres”, e o conceito de “nobre”, pode acreditar, é muito subjetivo; seja tentar escolher os doces extras sabendo quais serão os itens oferecidos pelo buffet, embora a casa dificulte isso; seja os e-mails que levam dias para serem respondidos (ansiedade de noiva é uma coisa séria, por isso, fornecedores, RESPONDAM AOS E-MAILS. Telefone não á a mesma coisa, além do registro ser muito melhor - sim, vcs produzirão prova contra si mesmos se não cumprirem o prometido no e-mail, mas é assim que funciona, ao menos para os profissionais confiáveis).

É claro que optar por uma casa idônea, certificar-se do que de fato consta no contrato e ter referências positivas de pessoas que se casaram lá é fundamental na hora da escolha e evita muitos aborrecimentos futuros. Porém, acaba sendo praxe no mercado esses preços abusivos, uma vez que é exatamente ai que a casa lucra. Some como agravante o fato de muitas noivas aceitarem essas extorsões sem pestanejar. E o ciclo nunca tem fim.

Por isso, se vc tem tempo e um orçamento mais flexível, pesquise bem qual opção de festa se adequa melhor às suas prioridades. Se vc entende que o buffet é o ponto principal, é provável que os pacotes te atendam bem, já que muitas casas contam com ótimos fornecedores nesse quesito. No entanto, se vc ama decoração e pretende ter uma festa totalmente no seu estilo vintage, por exemplo, é quase certo que o pacotão não seja pra vc. Pesquise, converse com sua cerimonialista, cerque-se de toda a segurança possível, para que o seu grande dia realmente saia do jeitinho que sonhou.

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...