Relógios para o Casamento



Mais um quesito que é puro gosto pessoal, mas como não encontrei nada na internet falando a respeito eu resolvi falar sobre o assunto.

Tem gente que é compulsiva por relógios e não é por falta de espaço que não tenho, é por dinheiro mesmo hehe

Sempre usei relógios de pulseira prata com terno e não vejo problema algum nisso. Só não acho interessantes aqueles relógios grandes e altos. Aí eu te explico:

Primeiro que quem tem que chamar a atenção é você e não o relógio do Ben 10. Acho que voltamos ao mesmo problema da ostentação. Claro que queremos usar sempre o que temos de melhor e ficar 100% para a festa. Agora, ressalto que o relógio deve ser um acessório e não ficar grosseiro. Sem se ligar em marcas, hoje em dia temos uma infinidade de opções em conta e diversas promoções que permitem a todos comprarem um relógio para o grande dia.

Para quem nunca usou terno, o relógio muitas vezes atrapalha o caimento da camisa e prende um pouco o punho amassando ele. Eu aconselho ao comprar a camisa ir de relógio e ver como ela fica com ele.

Por isso fica meio feio e desconfortável. O resultado de um relógio muito grande é você ficar parecendo nas fotos de uma manga com camisa maneira e a outra parece que tá com a camisa para dentro do paletó. É um saco.



Portanto o relógio tem que somar e não diminuir. Beleza! Mas não contraindico relógio de prata não, tenho e seria o que eu usaria. O 007 tá aí para confirmar o meu apreço, só acho que não pode ser um relógio muito alto e grande.


Com isso estou pensando em um relógio de pulseira de couro para o dia. Eu não tenho nenhum assim e seria uma oportunidade de comprar para a data. Tenho lido que é o mais recomendável em ocasiões formais. Para quem ainda não escolheu fica aí a minha dica!





E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Celebrante: Frei José Pereira - Checked!


Sempre considerei a cerimônia religiosa o item principal do casamento, sorte a minha que o noivo também. Claro que a festa é muito legal e também queríamos muito comemorar com nossas famílias e amigos, mas a cerimônia sempre foi a nossa prioridade. Por isso, um dos itens que mais me preocupava era a escolha do celebrante. A igreja que escolhemos possui o padre incluso, porém não sabemos como é seu estilo de cerimônia e, também, se há algum contratempo ou mudança de celebrante na paróquia, será o disponível na época que irá celebrá-lo. Sempre tive medo de ter um padre rabugento no casamento, ou que errasse o meu nome (isso é sério, já fui a um em que o padre trocou o nome da noiva o tempo todo, um horror!), ou que corresse com a cerimônia. Sonhei a vida inteira com uma cerimônia inesquecível e emocionante, então esse era um item de primeira necessidade.


E foi ai que começou a saga... Confesso que depois da minha primeira comunhão (e isso tem muuuuuitos anos) não frequento mais igrejas com regularidade e a única referência que tinha de padre gente boa e carismático ao redor era esse mesmo padre que me comungou, porém, infelizmente, ele faleceu há alguns anos. Então, realmente nao conheço um padre que pudesse celebrar meu casamento com a certeza de que ele faria do jeitinho que eu queria. O Marcelo também não conhece, ele é muito mais espírita do que católico, então estava difícil. 

Resolvemos buscar referências no melhor local que existe para tal: blogs de noivinhas! E chegamos a alguns nomes em comum em 99% deles: o Frei Brás e o Frei José Pereira. Eles são meeeeeeega disputados, então já imaginava que seria difícil, mesmo com um ano e meio de antecedência. E foi ai que veio o primeiro NÃO, mesmo casando em 2014 e em junho, não muito procurado devido a Copa do Mundo: o Frei Brás já tinha dois casamentos na minha data e pra complicar ainda mais, em Petrópolis, ou seja, impossível. Ele foi a minha primeira opção pois sua paróquia é no Rio Comprido, super perto pra mim e assim poderia frequentar algumas missas e conversar com ele. Diante do primeiro NÃO dos preparativos, liguei para o Frei José Pereira, pois  tinha lido inúmeras referências de como sua cerimônia é linda e inteiramente focada no AMOR. Nada de sermões chatíssimos. Nada de cerimônias demoradas ou corridas, mas na medida certa. E marcada pela pessoalidade: ele faz questão de conhecer os noivos e saber um pouquinho da história deles. O Frei não faz os votos tradicionais, o seu “Juramento do Amor” é inspirado no poema “Promessas Matrimoniais”, da Martha Medeiros. Olha que lindo:
 

O noivo diz:  
(noiva),eu quero pertencer a você
Quero ser seu companheiro
seu amigo, seu amante,
na dor e na alegria,
na aflição e no ânimo, 
na derrota e nas vitórias,
nas trevas e na luz.
Para isto, estou disposto
a colocar minha experiência de vida ao seu alcance.
Quero dar-lhe coragem quando você desanimar,
dar-lhe esperança quando você estiver descrente,
quero ser sua força e seu escudo
como me compete como homem
e mostrar-lhe o caminho sempre que a estrada da vida lhe causar embaraço
quero fazer você feliz, muito feliz, todos os dias da minha vida.
Conto para isto com a luz e a força de Deus.



E a noiva diz: 
(noivo), eu quero ser sempre sua.
Quero viver com você na dor e na alegria, 
nos momentos fáceis e difíceis.
Quero entendê-lo cada dia melhor,
quero amá-lo cada dia mais,
Quero dar-lhe ânimo, carinho e força no caminho.
Quero ser a mãe de seus filhos, a amiga de todas as horas,
sua companheira de jornada, a esposa fiel.
Não quero que seu amor pare em mim, mas eu seja apoio
para seu amor a Deus e aos outros.
quero fazer você feliz, muito feliz, todos os dias da minha vida.
Por isto, confirmo o meu amor por você diante de Deus e dos amigos.

 
fonte da foto: www.patriciafigueira.com
 

E não é que esse freizinho lindo e fofo tinha a nossa data??? Ai fiquei tão, mas tão, mas tãoooo feliz!!!


Então é isso gente, o Frei José Pereira será o nosso celebrante!!


Quem tiver interesse nele, entre em contato rapidinho, porque acho que dei muita sorte! Ele é super solícito e atende diretamente as noivinhas interessadas! Não cobra nenhum valor, a contribuição dada fica a critério dos noivos, no valor que desejarem. O máximo nosso freizinho!


Frei José Pereira
Contatos: 99889037 / 26913058 / 26912150 

Frei Brás
Contatos: 98017048 / 22736040 

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Casamento no Rock


Muitos já ouviram “Ah eu não vou casar, pois não gosto de formalidades e sou moderno (a) demais!”. Aquele velho papo de recalcado que não pode fazer uma festa. Quando falo não pode, não digo de não ter dinheiro, mas sim em não querer as privações para arcar com os custos. É uma pena que existam pessoas que tentam denegrir algo para sair por cima.

Como para mim não cola essa ideia e para mim todo mundo se pudesse faria sim uma festa, acabei achando na internet uma foto do batera do Metallica casando. No Rock na Roll o conceito principal é baseado contracultura, no anti-estabilishment e na crítica recorrente a religião. Aí eu te pergunto, como caras que vendem essa ideia se dirigem a uma igreja para receber a benção de uma padre/pastor e todos os rituais que se baseiam o casamento?? Sem falar da festa e tudo mais!!

E nós ouvindo esses desaforos e papinhos de “ai não quero festa não”!! Desabafo mesmo e sei que me entendem!!

ELVIS PRESLEY & LISA PRESLEY



OZZY OSBOURNE & SHARON OSBOURNE




GEORGE HARRISON & PATTY BOYD



ERIC CLAPTON & PATTY BOYD



EDDIE VAN HALEN & JANIE LISZEWSKI


KURT COBAIN & COURTNEY LOVE


PHILL ANSELMO & STHEPANIE WEINSTEIN


MARILYN MANSON & DITA VON TEESE


SLASH & PERLA FERRAR


RICHIE SAMBORA & HEATHER LOCKLEAR


DAVE MUSTAINE & PAMELA ANNE CASSLEBERRY


LARS ULRICH & SKYLAR SATENSTEIN

E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Hotéis para Dia da Noiva em Santa Teresa


Um dos itens que precisamos fechar com a máxima urgência é o hotel para dia da noiva e noite de núpcias, porque casaremos em junho, mês de Copa do Mundo e, consequentemente, superlotação de hotéis. Inclusive, a maioria deles fechará para outro tipo de hospedagem nesses meses, atuando exclusivamente para acomodação de turistas. Essa informação nos foi passada por funcionários dos hotéis. Por isso, noivinhas de junho e julho de 2014, fiquem atentas. Sei que parece uma antecedência sem sentido fechar esse tipo de coisa agora, mas aconselho a procurarem o hotel de sua preferência assim que a agenda de 2014 abrir (logo após o carnaval) ou correm o sério risco de ficarem sem o dia da noiva dos seus sonhos.

Esse é um item supérfluo, mas como pretendemos viajar após o casamento, teremos que passar a noite de núpcias em algum lugar. Outro aspecto que pesa bastante também é a questão das fotos. Como nem na igreja, nem na casa de festas teremos uma área externa para fotos, estamos em busca de hotéis que atendam a esse requisito. Por essa razão, estou muito tentada pelos hotéis de Santa Teresa. A vista é deslumbrante e rende as melhores fotos, sem dúvida. Claro que o Sheraton ou Windsor são excelentes opções, mas eu particularmente prefiro algo diferente, pois os making of que tenho visto nesses locais são bastante semelhantes. Sem dúvida, a vista para o mar é maravilhosa, mas para mim, a vista de Santa Teresa é imbatível. O Pão de Açúcar e o Cristo Redentor ao fundo são de babar. Um ângulo totalmente diferente do que estamos acostumados. Fora a tranquilidade para as fotos, que nao teremos em nenhum outro hotel.

Cotamos algumas opções de hotéis em Santa Teresa, a seguir:

Altos de Santa Teresa (visitamos)


O acesso é um pouco complicadinho, mas contam com serviço de táxi do próprio hotel (chegou rapidinho). O lugar é de uma tranquilidade impressionante, em nada lembra o movimento de hotéis, pelo contrário. Cercado de mata atlântica, tem um estilo rústico e bucólico e uma vista paradisíaca (a mesma da Casa de Santa Teresa). Possui duas suítes extramente amplas para o dia da noiva e permite 8 acompanhantes no quarto (incluindo equipe técnica). Alguns mimos como espumante nacional, café da manhã, early check-in e possibilidade de late checkout (o normal é as 13:00h, mas caso o quarto permaneça disponível, é possível sair mais tarde sem problemas) também estão inclusos no pacote.

Contras: achamos o hotel um pouco sujinho e meio mal cuidado em alguns aspectos, e bem simples também. Mas mesmo assim, permanece como um de nossos finalistas, pela ótima relação custo-benefício.

Preço: 1.200,00 (valores de 2013).












Mama Ruisa (não visitamos)


Requintado, é uma outra opção para quem deseja ficar por Santa Teresa. Estão inclusos no pacote: Suíte Júnior, bouquet de flores, velas, uma garrafa de Chandon, snacks (dois sanduíches - noiva e acompanhante), escolha entre early check in ou late check out.

Contras: não inclui café da manhá (opcional pago à parte), reservas são efetuadas somente mediante pagamento integral dos valores, 100% não reembolsáveis.

Valor do pacote: R$ 1600,00 + 13%








Hotel Santa Teresa (não visitamos)


Sofisticadíssimo, os quartos contam com decoração especial com flores e velas, Veuve Cliquot servido em balde de prata gelado,  late check out até às 18h, café da manhã especial servido na suíte, no horário de preferência do casal.


Contras: o preço, apenas.

Valores dos  pacotes: Noite de núpcias júnior suíte: R$ 2.665,00
                                                  Noite nupcial master suíte: R$ 3.500,00









E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz

Flor na Lapela ou Lenço no Bolso?


Quem assiste ao futebol inglês já deve ter reparado que eles usam no final do ano uma flor na lapela. Uma vez li que era em homenagem aos soldados mortos na primeira guerra mundial.

Sempre pensei em usar uma flor na lapela no meu casamento. O uso de lenço sempre me remeteu a pessoas mais velhas, o que não soaria muito o meu estilo.

O que tenho lido é que se deve escolher ou um ou outro. Nunca colocar os dois: ou só o lenço ou só a flor.

No caso da flor, ela deve ser colocada na lapela e presa com um alfinete por trás da lapela. Não se tem um consenso do tipo. Eu sempre imaginei em um cravo, apesar de achar que ele fica muito grande e não precisa ser uma flor do mesmo tipo do buquê da noiva não. Vai o seu gosto.

Mas menos é sempre mais, portanto não vai lançar um mini buquê não!! Lembre-se que deve ser sempre no lado esquerdo, vamos a alguns tipos:

Cravo
É a mais requisitada e o cravo significa “amor vivo”. Ele só um pouquinho grande.



Denphal
É como uma pequena orquídea e um pouco mais delicada.


Astromélia
É uma flor mais rica em detalhes e tem em uma variação maior de cores. Bonita mesmo.


Angélicas
Bem delicadas e bem cheirosas. Acho elas bem discretas e uma excelente opção.


Rosas
Essas não precisam de muita explicação e devem ser em um tamanho pequeno para não ficar demais. Normalmente os buquês são de rosas e daí fica uma boa combinação.


Comecei a pesquisar esses tipos e me confundiu ainda mais. Era melhor antes quando só sabia que existia o cravo só!!


E-mail Del.ici.ous BlogThis! Technorati Compartilhe no Twitter StumbleUpon Compartilhar no Facebook Promova este post no orkut Share to Google Buzz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...